sexta-feira, 24 de setembro de 2010

7 de setembro - Independência do Brasil

Bom dia caro leitores hoje vamos falar um pouco sobre Independência do Brasil e ver atividades realizadas pela nossa escola.

Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado "Grito do Ipiranga". De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.
A moderna historiografia em História do Brasil remete o início do processo de independência à Transferência da corte portuguesa para o Brasil (1808-1821), no contexto da Guerra Peninsular, a partir de 1808.

No final de agosto de 1822, D. Pedro deslocou-se à província de São Paulo para acalmar a situação depois de uma rebelião contra José Bonifácio. Apesar de ter servido de instrumento dos interesses da aristocracia rural, à qual convinha a solução monárquica para a independência, não se deve desprezar os seus próprios interesses. O Príncipe tinha formação absolutista e por isso se opusera à Revolução do Porto, de caráter liberal. Da mesma forma, a política recolonizadora das Cortes desagradou à opinião pública brasileira. E foi nisso que se baseou a aliança entre D. Pedro e o "partido brasileiro". Assim, embora a independência do Brasil possa ser vista, objetivamente, como obra da aristocracia rural, é preciso considerar que teve início como compromisso entre o conservadorismo da aristocracia rural e o absolutismo do Príncipe.

Monumento à independência, no Parque da Independência, em São Paulo, o local onde foi proclamada a independência do Brasil.
Em 7 de Setembro, ao voltar de Santos, parado às margens do riacho Ipiranga, D. Pedro recebeu uma carta com ordens de seu pai para que voltasse para Portugal, se submetendo ao rei e às Cortes. Vieram juntas outras duas cartas, uma de José Bonifácio, que aconselhava D. Pedro a romper com Portugal, e a outra da esposa, Maria Leopoldina de Áustria, apoiando a decisão do ministro e advertindo: "O pomo está maduro, colhe-o já, senão apodrece".
Impelido pelas circunstâncias, D. Pedro pronunciou a famosa frase "Independência ou Morte!", rompendo os laços de união política com Portugal.
Culminando o longo processo da emancipação, a 12 de outubro de 1822, o Príncipe foi aclamado Imperador com o título de D. Pedro I, sendo coroado em 1 de dezembro na Capital.

Diretora Adjunta Azinete realizando a abertura da semana da Pátria no turno da manhã.
Durante a semana da Independência todos os dias antes das aulas cantávamos o hino nacional do Brasil e o da Independência. 

As bandeiras e os alunos em ordem para idolatrar o hino nacional.

Alunos com o hino da Independência do Brasil com a professora Vima 3ª A

O professor de Educação física Elias dando ajuda aos alunos

Todos os funcionários junto ao corpo docente, discente e a direção na idolatria ao hino nacional e da Independência do Brasil

Professora Sandra com sua turma
Diretora Iracema e a Diretora Adjunta Maria do Carmo na abertura da semana da Pátria no turno da tarde.
Todos os alunos da tarde reunidos para iniciar o hino nacional.
 
Todos os alunos da tarde

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil. 

Aniely colaboradora da professora Patrícia Teles 5ºB, Janete do 4ª B e Vera 2ª B

Professora Lindarci 1ª B e Seus alunos, um pouco ao lado Renata Colaboradora da professora Lindarci e Vera.

Professora Silva 3ª B e seus alunos
Turma da tarde

Obrigado leitores por sempre acompanharem nossas postagens...
Até a próxima..
Monitores:
Esmale Henriques
Ângelo Giussepe

25 dia SOLDADO

Bom dia Leitores, hoje falaremos um pouco sobre dia do soldado e postaremos nossas atividades... 

O dia do soldado é comemorado no dia 25 de Agosto. A data, que tem por objetivo homenagear o trabalho dos membros do Exército Brasileiro, foi instituída em homenagem a Luís Alves de Lima e Silva, patrono do Exército brasileiro, nascido em 25 de agosto de 1803. Com pouco mais de 20 anos já era capitão. Luís Alves de Lima e Silva – Duque de Caxias -lutou e defendeu o Brasil em confrontos externos e internos.
Soldado é uma graduação do fundo da hierarquia militar. O termo soldado deriva do latim solidarius – alguém que é pago para servir.
No Brasil, o serviço militar é obrigatório por lei desde 1908. Ao completar 18 anos, todo rapaz deve se cadastrar em alguma das forças armadas (Marinha, Exército ou Aeronáutica). Na estrutura do governo brasileiro, estas estão integradas ao Ministério da Defesa e tem por objetivo a defesa dos direitos constitucionais.
A carreira de soldado proporciona ao jovem o aprendizado de valores como disciplina, organização, amor à pátria, solidariedade e perseverança, entre vários outros que orientam suas atividades dentro e fora do quartel.
O soldado exerce atividade em tempos de guerra e na manutenção da paz, dentro e fora do país. Presta auxílio à população em situações de calamidade.
Ao longo do século XX, o Dia do Soldado foi perdendo a sua popularidade e não mais é um dia público de festividade, nem mesmo são mais organizadas paradas militares em sua honra. Hoje as forças armadas brasileiras são homenageadas no dia 7 de Setembro, quando é comemorada a independência do Brasil de Portugal, ou no dia 15 de novembro, data em que se comemora a Proclamação da República.

Nossas atividades

Todos os alunos da 5º A Empolgados com o dia do soldado e na homenagem cada um fez uma pintura na sua figura.
 
Olha só a criatividade dessa turma

Cada um melhor que o outro

Ninguém ficou de fora, todos queria mostrar as suas gravuras

Uma bela homenagem ao exército brasileiro

Uma aula bem divertida que não perdeu o foco da aprendizagem
Parabéns 5º A belo trabalho.
Obrigado leitores que sempre nos acompanham...


Monitores:
Esmale Henriques
Angelo Giuseppe

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Folclore dia 22 de Agosto

Bom dia leitores que acompanham sempre nosso Blogger.

Hoje vamos falar um pouco sobre Folclore.

Em 22 de agosto, o Brasil comemora o Dia do Folclore. A data foi criada em 1965 através de um decreto federal. No Estado de São Paulo, um decreto estadual instituiu agosto como o mês do folclore.
Folclore é o conjunto de todas as tradições, lendas e crenças de um país. O folclore pode ser percebido na alimentação, linguagem, artesanato, religiosidade e vestimentas de uma nação. Segundo a Carta do Folclore Brasileiro, aprovada pelo I Congresso Brasileiro de Folclore em 1951, "constituem fato folclórico as maneiras de pensar, sentir e agir de um povo, preservadas pela tradição popular, ou pela imitação".
Para que serve?
O folclore é o modo que um povo tem para compreender o mundo em que vive. Conhecendo o folclore de um país, podemos compreender o seu povo. E assim conhecemos, ao mesmo tempo, parte de sua História. Mas para que um certo costume seja realmente considerado folclore, dizem os estudiosos que é preciso que este seja praticado por um grande número de pessoas e que também tenha origem anônima.
Qual a origem da palavra "folclore"?
A palavra surgiu a partir de dois vocábulos saxônicos antigos. "Folk", em inglês, significa "povo". E "lore", conhecimento. Assim, folk + lore (folklore) quer dizer ''conhecimento popular''. O termo foi criado por William John Thoms (1803-1885), um pesquisador da cultura européia que, em 22 de agosto de 1846, publicou um artigo intitulado "Folk-lore". No Brasil, após a reforma ortográfica de 1934, que eliminou a letra k, a palavra perdeu também o hífen e tornou-se "folclore".
Turma da Manhã
Diretora Iracema na abertura das apresentações das turmas da manhã
Profª Sandra da 1ª serie A,  com sua turma em uma apresentação de dança foclorica.
Profª Sandra e sua turma agradecendo pela atenção de todos.
Turma Da Profª Salete 2ª serie A,
Apresentação dança do Sacy peperê, com a Profª Salete e sua colaboradora Kally.
Profª Vilma 3ª Serie A, Com citações de Lendas e trava língua
Os alunos se divertindo... 
Turma da ex profª Maria do Carmo 5ª A, hoje ela assumiu a vice direção da escola
Eles realizaram uma peça teatral com conteúdo do folclore
Os alunos sempre atentos, e a nova profª Claúdia que assumiu a turma da profª Do Carmo
Turma da Tarde
Profª Lindarci 1ª Serie B, Com seus alunos falando sobre alguns personagens do folclore.
Alunos da 1ª seria Apresentando as Pinturas do folclore - Mula Sem Cabeça
Cada Um com um personagem diferente Saci...
Profª Vera Iniciando sua apresentação com seus alunos da 2ª serie B
Os alunos falaram um pouco sobre os personagens do folclore
Antes a professora Vera junto com sua cooperadora Renata fizeram atividades sobre o folclore na sala
Olha a turma toda empolgada
Mão na massa...
O resultado este aqui show de bola... Parabéns 2ª serie B
Profª Silva 3ª serie B, Na apresentação da sua turma com o tema COMIDA TÍPICAS do folclore
Cada aluno falou um pouco sobre uma região e a comida típica de cada local
A professora Silva falando um pouco sobre a cultura das comidas
Aqui a apresentação das comidas que eles trouxeram para a demonstração
Profª Patrícia Teles 5ª serie B, Já dando uma agitada na sua turma pois foi uma das melhores apresentações, a 5ª serie cantou a musica do sitio do pica pau amarelo, e descobrimos um belo coral entre as turmas.  
A preparação para o inicio do canto...
Parabéns 5 serie
video
Obrigado caro leitores por estarem sempre nos visitando...


Monitores:
Esmale Henriques
Ângelo Giussepe